Glenn Greenwald e Luiz Molição em diálogos furiosos

Luiz Molição

Em 8 de Junho de 2019, Glenn Greenwald e Luiz Henrique Molição tiveram uma conversa ‘interceptada’, quanta ironia – onde Glenn reclama com Molição da atitude de Walter Delgatti em ficar se gabando do material que tinha em mãos.

Para não esquecermos nada, a história (crime) começou como uma encomenda de um certo partido político que desejava/deseja parar a Lava Jato a qualquer custo.

Diálogos costumam ser comunicações de dois ou mais indivíduos – no caso de Greenwald, foi um recado pra lá de agressivo a Luiz ‘JAPINHA ‘ Henrique Molição: ‘Eu já enfrentei os governos mais poderosos do mundo. CIA, FBI, NSA, MI5 e MI6 não me pararam. Não é você nem seus amigas (!) de OCCRP que vão prejudicar a mim e minha marido.’

Teu estado de saúde está tão complicado que nem fontes de grosso calibre você consegue mais recrutar? Vá se tratar e deixe o @demori se ferrar igual ao Snowden.

Greenwald sapateia na maionese e continua em tom feroz; ameaçando codinomes como ‘Vermelho’, ‘Duba (DJ Gustavo Dubra)’, além do próprio Luiz Molição a quem ele chama de traidor, além de apelidinhos carinhosos a jornalistas que vocês já devem imaginar quais.

Glenn surtou quando descobriu que ‘Vermelho’ adorava se gabar e saiu mostrando produto do roubo para muita gente – tentando ele ser a fonte. Tentou Araraquara, mas a imprensa local morre de medo de Edinho Silva.

Glenn teria caído numa armadilha do OCCRP? Possivelmente.

OCCRP é um blog ativista tocado por Drew Sullivan e Paul Radu. O blog tem forte influência em assuntos russos e
leste europeu em geral. O OCCRP é visto como inimigo por Grenwald por ser bancado por George Soros, mas também por ser uma espécie de vigia a CIA no território inimigo.

Este doc aqui em PDF mostra quem são os aliados e patrocinadores do blog.

Skoll Foundation, USAID, Bay & Paul Foundations e o próprio Departamento de Justiça dos Estados Unidos financiam o blog watchdog na Rússia.

Digression Mode OFF?

Não é permitida a exposição expressa das conversas pois codinomes, ainda que muito fáceis de ser identificados ainda são investigados em segredo. Entre mais de 800 coversas via Telegram e o aplicativo Signal, há conversas entre cúmplices envolvendo de jornalistas a políticos de esquerda desde o início de Maio de 2019.

A aposta está feita. Aceito qualquer valor: Glenn Greenwald será preso, e então entregue a justiça americana em Janeiro.

Aceito a aposta nos valores que qualquer um quiser apostar. A casa não caiu… ela já foi demolida. Mas a coisa não
pode parar na prisão e fechamento do The Intercept. Eu quero ver todo jornalista que foi cúmplice dele na cadeia.

Seja aqui, seja em Bangu 8, seja em Fortaleza, na Lituânia ou na Moldávia.

Quer saber mais?

/var/mandante.bcg

6 bate-bocas

  1. . Editor do Better Call Glenn e perturbando esquerdopatetas desde 1999 via Adequacy.org, este nobre Tangamandapiano também é sócio-minoritário nos conglomerados KRAmerica e Vandelay Industries. Se quiser me processar por favor entrar em contato com meu advogado, Jackie Chiles.

  2. Deus te ouça. Me diga uma coisa, é possível que esses ‘diálogos’ mencionem , quem sabe, talvez, por alguma intervenção divina, algo relacionado a certos mandantes de certo atentado a certo candidato a presidência?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *