Cadê os R$ 44,6 milhões dados por Lula a UNE?

Lula_Haddad_UNE

A UNE, União Nacional dos Estudantes (UNE), mas também conhecida por quadrilha de marginais do PCdoB e PT sustentadas com dinheiro público, promotora de festas regadas a cachaça, drogas (não só maconha) e prostituição – incluindo abuso de meninas alcoolizadas – não consegue explicar o paradeiro dos quase 45 milhões dados pelo mestre Lula, o vagabundo do crime preso em Curitiba.

A tal Lei de Anistia, outra picaretagem petista para dar dinheiro a estes vagabundos (incluindo professores pensadores esquerdopatas como a asqueirosa Marilena Chauí) alinhados a corja ideológica marxista e comunista, tirou dinheiro do FIES (Financiamento do Ensino Superior do MEC) em 2014, para bancar a farra dos líderes da UNE: mais 9 milhões de reais, outros 4 milhões em 2015.

Tiração com a nossa cara, sem medo!
Tiração com a nossa cara, sem medo! By UNE

 

Quem fiscaliza esse dinheiro? Ninguém. Pelo menos até agora – ninguém da UNE foi preso – nomes e provas não faltam.

Auditoria falsa e milhões em viagens e benesses para a UNE

Já se sabe que a tal auditoria sobre o sumiço da grana das carteirinhas foi forjada, sequer concluída. Ainda em meados de 2000, André Coutinho, tesoureiro da entidade, andou contando lorotas sobre o paradeiro do dinheiro, enquanto vários membros da UNE foram fotografados em viagens dentro e fora Brasil, fingindo palestras e congressos.

De Maconha a Cocaína! Tá Liberado na USP.
De Maconha a Cocaína! Tá Liberado na USP.

Um hotel de Florianópolis, faturou EM JULHO de 2001, o equivalente a 83 mil reais (convertidos para os valores de hoje), em hospedagens de luxo para líderes da UNE, isso para um único fiz de semana.

Pulamos para 2014, e um hotel de Vitória no Espirito Santo teve gastos mais módicos: R$ 33.467,00.

A coisa vai mais fundo… há gastos da UNE na casa de R$ 200 mil reais pagos com cartão corporativo do Ministério dos Esportes datados de 2011, em viagem de membros para a ocasião dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

A lista da farra vai bem mais longe, mas é um começo para que as autoridades partam para cima. No Rio, há até o hotel preferido desta escória: O Orla Copacabana na Avenida Atlântica, 4122. Durante as Olímpíadas, a UNE gastou no hotel uma fortuna, recebendo vagabundos universitários de esquerda de vários países da América do Sul.

Cumprimos nossa obrigação de investigar e denunciar; é OBRIGAÇÃO do Ministro Abraham Weintraub colocar estes vagabundos na cadeia e recuperar esse dinheiro. Se querem ordem, é bom começar a punir estes canalhas porque a panela de pressão vai explodir.

Prefere que outros façam a faxina? Sem problemas. A paciência com vagabundo metido a ativista acabou!

Quer saber mais?

/var/mandante.bcg

1 bate-boca

Já deu!